Lagos, Verão de 2021, Voltar a Viver

Passou rápido, muito rápido, este Verão. Daqui a poucos dias, mais precisamente a 22 de Setembro, entraremos no Outono dos dias mais pequenos e frescos, do regresso à rotina laboral e às Escolas e Universidades de milhares de alunos.

Mas, por enquanto, ainda vamos desfrutando este Verão. Em comparação com o mesmo período do ano anterior, as ruas e as praias de Lagos tiveram mais visitantes e turistas. Contudo, creio que o seu número terá sido inferior aos registados em anos anteriores à terrível pandemia que assola a Humanidade desde 2020.

Nesta edição, em foto-reportagem, captámos imagens da nossa cidade. Registámos o movimento das ruas e de algumas praias. Estivemos no Mercado Municipal da Avenida dos Descobrimentos e estivemos num dos restaurantes mais antigos do Centro Histórico da nossa cidade. Aqui, se bem que com menos clientes do que antes de 2020, gostámos de ver a sala composta, realidade que constatámos noutros estabelecimentos.

Com agrado, visitámos o Centro Cultural de Lagos e as exposições aí patentes, visita que recomendamos.

Contudo, ao caminharmos pelas ruas da nossa cidade não deixámos de sentir a falta da música e dos músicos que a interpretam. Por essa razão, trazemo-los até aos nossos leitores, não só em entrevista fruto de proveitosa colaboração com o Clube Artístico Lacobrigense, que também pode ser escutada no nosso canal de YOUTUBE.

É um facto que Lagos, destino turístico de excelência, ainda não tem tantos visitantes e veraneantes como tinha antes da pandemia mas que, quando comparado com o de 2020, está mais a gosto.

Carlos Mesquita

Na «Nova Costa de Oiro» não se utiliza a Reforma Ortográfica de 1990-2008, indevidamente chamada «Acordo Ortográfico».