Blogue Histórias de Portugal em Marrocos

Histórias de Portugal em Marrocos

A nossa sugestão de leitura nesta edição da Nova Costa de Oiro recai sobre o blogue «Histórias de Portugal em Marrocos» e para os livros publicados pelo seu autor, Frederico Mendes Paula.

Nascido em Lisboa, em 1956, tendo concluído a Licenciatura em Arquitectura na Escola Superior de Belas Artes, de Lisboa, em 1981, é vasto e prestigioso o seu currículo.

A residir em Lagos desde 1983, é nesta cidade que exerce a sua actividade profissional, na Câmara Municipal.

Frederico Mendes Paula frequentou o curso de Árabe Clássico e Cultura Muçulmana da Universidade Nova de Lisboa, em 1978-1980 e, entre outros cargos, é Membro da Direcção e Sócio-fundador do Centro de Estudos Luso-Árabes de Silves, Membro da Fundação Al-Idrisi Hispano-Marroquí, Secretário-Geral da Associação Portuguesa dos Municípios com Centro Histórico.

É Membro da Associação da Comunidade Marroquina em Portugal e foi distinguido com o «Prémio Memória e Identidade» da Associação Portuguesa dos Municípios com Centro Histórico em 2014 e com o «Prémio Gulbenkian para a Valorização do Património» em 2003 e 1997.

Em 2018 recebeu o Brasão da Commune de Ksar El Kebir (Município de Alcácer Quibir). Não só através dos seus estudos rigorsos, como também das suas inúmeras visitas ao território mais ao sul da vizinha Espanha e de Marrocos (o Al-Andaluz), tomou contacto profundo com a realidade da arquitectura árabe, nas áreas urbanas e rurais destes países.

É esse conhecimento e a sua partilha gratuita que Frederico Paula transmite não só aos que consultam o seu blogue, como aos que acedem aos seus livros.

Lê-se na introdução da sua obra «Lagos no Período Árabe», editado em 1997, pela Câmara Municipal de Lagos: «De todos os períodos da nossa História o período Árabe é o menos conhecido, e aquele que menos vestígios edificados nos deixou, baseando-se sobretudo em exemplos da Arquitectura Militar.

Até há muito pouco tempo, o Período Árabe não era sequer considerado como pertencendo à nossa História, mas sim à História “deles”, um povo que nos invadiu que nós expulsámos».

É muito e profundo o que nos liga. Basta que o saibamos ver e perceber...

https://historiasdeportugalemarrocos.com