Ana Custódio

É preciso uma aldeia para se educar uma criança

Parece que estou sozinha e sou a única a pensar / fazer / sentir-me assim.

Se és mãe com certeza já tiveste esta sensação, várias vezes!

É normal e é sobre isso que falo hoje. Se estás grávida, principalmente se for a primeira vez, tiveste com certeza desde o início uma necessidade de procurar outras mulheres que estão a passar pela mesma fase, encontrar apoio e partilha entre pares.

Em tempos, as mulheres juntavam-se, falavam das suas dúvidas e receios e dos preparativos para a chegada do bebé. Nesta nova geração isso deixou de acontecer… ou será que simplesmente mudou de lugar?

É preciso uma aldeia para se educar uma criança - é um provérbio africano que diz tudo!

Estamos num mundo cada vez mais digital, mas ainda assim é possível encontrar uma aldeia que te apoie neste grande desafio que é criar um filho. Claro que sendo virtual, tem desvantagens mas também muitas coisas boas.

A aldeia virtual no mundo da maternidade

Desvantagens:

Dificuldade em filtrar a informação

Muita oferta (demasiada oferta?)

Grande apelo ao consumismo

Grandes vantagens:

Podes encontrar a tua aldeia em qualquer parte do mundo

Podes escolher pessoas que realmente te vão apoiar

Acesso a informação para além da que está disponibilizada localmente

Mas se assim é, como saber e escolher a tua aldeia?

Procura informação válida e profissionais com conhecimentos e interesses comuns aos teus, que vão ao encontro do que queres para a tua vida nesta fase.

Assim será possível te sentires verdadeiramente acompanhada, abraçada, sem julgamentos e sem comparações.

A riqueza de uma comunidade é a partilha saudável e a aceitação e mesmo num mundo digital é possível encontrar isso.

Estar entre grávidas e recém mães ajuda-te a compreender e aceitar melhor os desafios que possas estar a passar.

Lembra-te que não estás sozinha.

Ana Custódio

SITE: https://anacustodio.pt

Youtube: Ana Custódio

Instagram: Ana Custódio

e-mail: ac@anacustodio.pt