Praça Luís de Camões

Praça Luís de Camões

Praça Luís de Camões

Praça Luís de Camões

A Praça Luís de Camões

Já se chamou «Praça do Poço», «da Palmeira», «Praça Tenente Valadim». Localmente também ficou conhecida por «Praça do Monumento», uma vez que este foi o local escolhido para erigir um monumento evocativo da participação portuguesa na Grande Guerra (a Alemanha declarou guerra a Portugal em 09 de Março de 1916 e esta terminou em 1918).

Eduardo António Prieto Valadim (Lisboa, 13 de Julho de 1856 - Niassa, Moçambique, Janeiro de 1890), mais conhecido por Tenente Valadim, foi considerado um herói das campanhas de conquista e pacificação que Portugal desenvolveu nas suas colónias em finais do século XIX, após o ultimato britânico de 1890.

Por isso, o seu nome foi atribuído a muitas artérias portuguesas, entre as quais a desta Praça lacobrigense.

Luís Vaz de Camões é considerado um dos maiores vultos da literatura lusófona. Viveu no século XVI e terá falecido em 10 de Junho de 1579 ou 1580. «Os Lusíadas» é tida como a «epopeia portuguesa por excelência».

Este trabalho literário terá sido eventualmente terminado em 1556, e foi editado pela primeira vez em 1572.

Desembocam aqui as seguintes artérias lacobrigenses: Rua Conselheiro Joaquim Machado (mais conhecida por Rua de São Sebastião), Rua Gil Eanes, Travessa 1º de Maio, Rua Infante de Sagres, Rua António Barbosa Viana (também chamada «Rua da Zorra»), Rua Cândido dos Reis e Rua Garrett. Nesta Praça existiu o «Café Restauração», o Snack-Bar Restaurante a «Caçarola», a «Sapataria Madeira», as «Modas Pacheco» e o «Super-mercado Farrajota» (hoje uma Pizzaria).

Também estiveram aqui a loja de tintas da «Viúva Machado» e a drogaria de João «Despachadinho», assim alcunhado pelos lacobrigenses dada a sua proverbial (e, muitas vezes, mais do que desesperante!) calma a atender os seus clientes. Tudo menos «despacho»...

Não se esquece a sede do Clube de Futebol Esperança de Lagos e a Papelaria Paula, esta localizada no muito conhecido e fotografado prédio cuja fachada está coberta por azulejos verdes.