Uma eterna paixão pela música

A música é uma das minhas paixões mais antigas. Em casa dos meus pais havia sempre um rádio, um disco ou uma cassete a tocar.

Reconhecendo este meu gosto, os meus pais ofereceram-me uma viola (guitarra), no meu décimo aniversário. Compraram o instrumento a Anatólio Falé que, mais tarde, foi meu professor de música no Ciclo. Recordamo-lo nesta edição, bem como outros artistas locais, num álbum fotográfico que só foi possível de concretizar graças à cedência de imagens do Armindo Gaspar, amigo e reconhecido músico. Também estão o António da Glória, que me ensinou os primeiros acordes, o Bandarra com quem aprendi mais e o José Luís da Glória, que me vendeu a que veio a ser a minha terceira guitarra (a segunda eléctrica) e amplificador (certamente para algum desespero da vizinhança...).

Em frutuosa parceria com o Clube Artístico Lacobrigense entrevistámos quatro artistas locais. Na próxima edição, dar-vos-emos a conhecer outros. Estas entrevistas e actuações dos artistas podem ser vistas e escutadas no nosso canal de YOUTUBE, num excelente trabalho da equipa técnica do Clube Artístico Lacobrigense, a quem agradecemos publicamente o profissionalismo e a gentileza com que fomos recebidos nessa instituição centenária.

Beatriz Maio traz-nos uma entrevista exclusiva com o saxofonista e amigo Pedro Rijo, que está a fazer uma viagem de moto entre Lagos e a Ásia.

Devido à situação que decorre da pandemia que aflige a Humanidade, ainda não é possível escutarmos a música que nos dá enorme prazer nas nossa ruas. Espero que, com esta edição, possamos «matar saudades» dos nossos artistas locais. Boa leitura!

Carlos Mesquita


Na «Nova Costa de Oiro» não se utiliza a Reforma Ortográfica de 1990-2008, indevidamente chamada «Acordo Ortográfico».